Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Handbike
fechar

A Finep

 Handbike Bolido CX1 uso 1
Divulgação

 

O Brasil ganhou em 2015 a primeira handbike de competição brasileira. O equipamento tem o mesmo princípio de uma bicicleta comum, considerando algumas peculiaridades: três rodas para manter o aparelho estável no chão quando não está em movimento, freio de mão na roda dianteira e para-choque para proteger de uma batida entre duas handbikes em uma corrida, evitando acidentes. Fabricada em ligas leves e compósitos a base de fibra de carbono, a bicicleta pedalada com as mãos é voltada para atletas de alto rendimento (paraplégicos e tetraplégicos) e conta com avançada tecnologia embarcada, que também funciona como um GPS, possibilitando localizar o atleta a qualquer momento da pedalada.

O equipamento foi desenvolvido pela Vemex em parceria com a Universidade do Vale do Paraíba (Univap) e a Shimano Latin America (SLA). O projeto recebeu financiamento de mais de R$ 1 milhão da Finep. O investimento também foi destinado a um sistema de monitoramento eletrônico, desenvolvido na Univap, que fornece informações fisiológicas do paratleta e dinâmicas da bike em tempo real. Essas medições, que podem ser transmitidas para um aplicativo no celular, são extremamente úteis durante o treinamento do atleta, sobretudo para melhorar a reabilitação e a performance.

Existem três versões da handbike produzida pela Vemex: Bólido SX1, SX2 e CX1. As duas primeiras já estão sendo comercializadas, o que, segundo a empresa, praticamente acabou com as importações de equipamentos semelhantes do exterior. A Bólido CX1, que já foi utilizada em competições oficiais pelo paratleta brasileiro Josimar Sena, é mais avançada da categoria, sendo, inclusive, fabricada sob medida para quem for pilotá-la. Com estrutura de alta resistência de 13,5 kg em liga de alumínio, a handbike atende aos requisitos da União Ciclística Internacional (UCI) e possui sistema eletrônico de transmissão de marchas, amortecedor de direção e encosto de fibra de carbono com kevlar. A escolha desta composição, geralmente utilizada por ciclistas de estrada na subida de montanhas, se deu para garantir uma relação leve aos handbikers, garantindo um baixo esforço na troca de marchas.

 

Handbike Bolido CX1 uso 2
Divulgação

Handbike Bolido CX1 uso 3
Divulgação

Handbike Bolido CX1 uso 4
Divulgação

 

Rio de Janeiro

Av. Rep. do Chile, 330
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares - Torre Oeste  - Centro
CEP: 20031-170
(21) 2555-0330

Praia do Flamengo, 200 - 3º andar  - CEP: 22210-065
(21) 2555-0330

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000
(11) 3847-0300

Brasília

SCN QD. 02 Bl. "D", Torre A, Sala 1102 - Centro Emp. Liberty Mall
CEP: 70712-903
(61) 3035-7150