Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Presidente da Finep debate investimento e intermediação financeira no Conselhão
fechar
Compartilhar

 Marcos Cintra Conselhão Divulgação Casa Civil

Foto: Divulgação/Casa Civil

 

O presidente da Finep, Marcos Cintra, participou na última quarta-feira, 17/5, da segunda reunião dos grupos de trabalho do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), realizada na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília. Cintra foi convidado pelo Conselhão, como autoridade do governo, para participar do debate sobre investimento e intermediação financeira. O presidente da Finep transmitiu aos 102 conselheiros presentes que são necessários ajustes na política pública para corrigir falhas do processo inovativo. “A inovação é a chave para o desenvolvimento do País”, frisou Marcos Cintra.

As recomendações do grupo de trabalho (GT) do qual Cintra participou foram apresentadas pela conselheira-relatora Marina Grossi e versam sobre diminuição de crédito direcionado, subsídios cruzados e outras formas de intervenção discricionária; maior segurança jurídica na constituição e eletronização de garantias; e instrumentos de fomento para inovação. Foram definidas três recomendações, que serão apresentadas ao Governo na próxima reunião plenária do CDES, prevista para acontecer dia 6 de junho:

1) Reduzir gradualmente os direcionamentos obrigatórios de recursos, subsídios cruzados e exigibilidades compulsórias, aumentando a eficiência da intermediação financeira e adotando mecanismos transparentes para a execução de políticas públicas.

2) Ampliar a constituição e eletronização de garantias e de outros registros públicos para promover maior segurança jurídica na intermediação financeira e efetivar o cadastro positivo.

3) Criar ou aperfeiçoar instrumentos de fomento, crédito, garantias e capitalização para inovação considerando, inclusive, as especificidades de ativos intangíveis e o acesso por parte de pequenas e médias empresas.

Além do GT Investimento e Intermediação Financeira, foram realizados os seguintes grupos de trabalho: Relações Internacionais e Política Comercial; Empregabilidade no Brasil no Século XXI; Segurança Pública e Desenvolvimento; e Saúde. Os integrantes do Conselhão definiram ao todo 15 novas recomendações para o crescimento e a evolução do País. As propostas foram apresentadas na quinta-feira, 18/5, ao ministro Eliseu Padilha, que é secretário executivo do CDES. As 15 novas recomendações somam-se a outras 15 já apresentadas em março pelo CDES, muitas das quais estão em fase de desenho ou de implementação, sob monitoramento da secretaria do Conselho.

 

Rio de Janeiro

Av. Rep. do Chile, 330
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares - Torre Oeste  - Centro
CEP: 20031-170
(21) 2555-0330

Praia do Flamengo, 200 - 3º andar  - CEP: 22210-065
(21) 2555-0330

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000
(11) 3847-0300

Brasília

SCN QD. 02 Bl. "D", Torre A, Sala 1102 - Centro Emp. Liberty Mall
CEP: 70712-903
(61) 3035-7150