Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Presidente da Finep debate investimento e intermediação financeira no Conselhão
fechar
Compartilhar

 Marcos Cintra Conselhão Divulgação Casa Civil

Foto: Divulgação/Casa Civil

 

O presidente da Finep, Marcos Cintra, participou na última quarta-feira, 17/5, da segunda reunião dos grupos de trabalho do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), realizada na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília. Cintra foi convidado pelo Conselhão, como autoridade do governo, para participar do debate sobre investimento e intermediação financeira. O presidente da Finep transmitiu aos 102 conselheiros presentes que são necessários ajustes na política pública para corrigir falhas do processo inovativo. “A inovação é a chave para o desenvolvimento do País”, frisou Marcos Cintra.

As recomendações do grupo de trabalho (GT) do qual Cintra participou foram apresentadas pela conselheira-relatora Marina Grossi e versam sobre diminuição de crédito direcionado, subsídios cruzados e outras formas de intervenção discricionária; maior segurança jurídica na constituição e eletronização de garantias; e instrumentos de fomento para inovação. Foram definidas três recomendações, que serão apresentadas ao Governo na próxima reunião plenária do CDES, prevista para acontecer dia 6 de junho:

1) Reduzir gradualmente os direcionamentos obrigatórios de recursos, subsídios cruzados e exigibilidades compulsórias, aumentando a eficiência da intermediação financeira e adotando mecanismos transparentes para a execução de políticas públicas.

2) Ampliar a constituição e eletronização de garantias e de outros registros públicos para promover maior segurança jurídica na intermediação financeira e efetivar o cadastro positivo.

3) Criar ou aperfeiçoar instrumentos de fomento, crédito, garantias e capitalização para inovação considerando, inclusive, as especificidades de ativos intangíveis e o acesso por parte de pequenas e médias empresas.

Além do GT Investimento e Intermediação Financeira, foram realizados os seguintes grupos de trabalho: Relações Internacionais e Política Comercial; Empregabilidade no Brasil no Século XXI; Segurança Pública e Desenvolvimento; e Saúde. Os integrantes do Conselhão definiram ao todo 15 novas recomendações para o crescimento e a evolução do País. As propostas foram apresentadas na quinta-feira, 18/5, ao ministro Eliseu Padilha, que é secretário executivo do CDES. As 15 novas recomendações somam-se a outras 15 já apresentadas em março pelo CDES, muitas das quais estão em fase de desenho ou de implementação, sob monitoramento da secretaria do Conselho.

 

 

Rio de Janeiro

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000  - São Paulo - SP

Brasília

SHIS QI 1 - Conjunto B - Bloco D - 1º Subsolo.
Ed. Santos Dumont - Lago Sul
CEP: 71605-190 - Brasília - DF

Fortaleza 

Av. Dom Luis, 807-20º e 21º pavimento
Meireles, CEP 60160-230 - Fortaleza - CE