Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Expansão torna Santos Dumont maior plataforma computacional para C&T instalada na América Latina
fechar
Compartilhar

lncc sdumont

 

O Laboratório Nacional de Computação Científica – LNCC, Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), inaugurou ontem (25/11) a expansão do supercomputador Santos Dumont, em Petrópolis (RJ). Com um aumento em torno de 360% em sua capacidade, esta será a maior plataforma computacional instalada na América Latina disponível para pesquisas em Ciência e Tecnologia. O presidente da Finep, Waldemar Barroso, participou do evento.

O projeto teve suporte financeiro oriundo da receita de um por cento do valor bruto da produção anual de petróleo do campo de Mero, situado no polo pré-sal da Bacia de Santos. A destinação de recursos para atividades de pesquisa e desenvolvimento é parte das obrigações do contrato de partilha de produção de petróleo.

O campo de Mero é operado pelo Consórcio de Libra e liderado pela Petrobras – com participação de 40% - em parceria com a Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC Limited (10%). O consórcio tem ainda a participação da companhia estatal Pré-Sal Petróleo (PPSA), que exerce o papel de gestora deste contrato de exploração e produção.

A capacidade de processamento do Santos Dumont passará dos atuais 1,1 Pflops para 5,1 Pflops (5,1 milhões de bilhões de operações matemáticas por segundo). Esta expansão permitirá que aplicações científicas possam ser executadas em um ambiente computacional capaz de oferecer resultados em menor tempo e com maior precisão.

Os benefícios dessa expansão serão imediatos nas centenas de projetos de pesquisa que alocam recursos do supercomputador para processamento e análise de dados. Todo pesquisador vinculado a uma instituição brasileira, com um problema relevante e que demande um sistema computacional de larga escala, pode submeter propostas para utilizar os recursos computacionais do Sistema Nacional de Processamento de Alto Desempenho (Sinapad), cujo nó principal é o Santos Dumont.

Criação

Inaugurado em 2015, o sistema foi desenvolvido e produzido na França pela empresa Atos/Bull, como parte do acordo Brasil/França em Computação de Alto Desempenho. Sua aquisição fez parte do Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (TI MAIOR), do MCTIC. Os recursos para aquisição, instalação e operação do sistema no primeiro ano foram concedidos pela Finep, por meio de apoio de R$ 60 milhões oriundos do FNDCT - Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

 

Com informações do MCTIC

 

 

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ.

 

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.


Telefone (21) 2555-0330

 

Outros endereços e telefones da Finep.