Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Laboratório de carcinicultura apoiado pela Finep é inaugurado no Paraná
fechar
Compartilhar

Veras


A Universidade Federal do Paraná (UFPR) inaugurou na semana passada o primeiro prédio do novo campus Maripá. Trata-se do Laboratório de Carcinicultura, que será destinado ao estudo da tecnologia de manejo para fases de larvicultura, berçário e crescimento final de espécies de camarão de água doce com potencial aquícola. O analista Renato Veras representou a Finep, que apoiou o projeto com cerca de R$ 280 mil.

“A Finep, principal braço financeiro de C,T&I tem orgulho em despertar potencialidades locais, impulsionando nosso desenvolvimento”, disse Renato. Inicialmente, o campus atuará como extensão do curso de Engenharia em Aquicultura do Setor Palotina. “Esse é um momento histórico para Maripá”, ressaltou o prefeito Anderson Bento Maria em seu discurso.

E completou: “há cinco anos, quando iniciamos a discussão para que esse laboratório fosse construído em nosso município, já sonhávamos com esse momento. Temos que "agradecer a todos que entenderam o potencial e a vocação de Maripá na área da aquicultura e o quanto este campus será importante no desenvolvimento do município. Estamos ansiosos para ver esse espaço em funcionamento e, futuramente, ver o campus estruturado com salas de aula e cursos definitivos, ampliando o acesso de toda a comunidade à educação superior”, afirmou

O terreno para implantação do campus, com área de 55 mil metros quadrados, foi doado à UFPR pelo município de Maripá e está localizado na saída secundária da cidade, próximo ao Centro de Eventos. O laboratório é resultado de um projeto em rede que envolve as universidades federais UFPR, UFRN, UFAL e UFRB. O projeto é coordenado pelo professor Eduardo Luis Ballester e foi aprovado junto à Finep na Chamada Pública MCT/FINEP/AT – Carcinicultura 09/2010 (total de R$ 9,8 milhões).

"Esse projeto é resultado da parceria e esforço de muitas pessoas, que apoiaram a ideia e contribuíram para que ela se concretizasse. Estamos ansiosos para ver os alunos produzindo e desenvolvendo as pesquisas. O objetivo é que possamos formar os alunos com cada vez mais qualidade”, destacou Ballester.

O reitor Ricardo Marcelo Fonseca destacou o protagonismo das universidades públicas no desenvolvimento em ciência, inovação e tecnologia. “A universalização do ensino superior público tem papel fundamental no desenvolvimento econômico da região e do país. A UFPR é universidade mais antiga do Brasil, é orgulho para muitas cidades e agora a Universidade Federal do Paraná também é de Maripá”, ressaltou.

Mais inaugurações no Paraná

Ainda no Paraná, foi inaugurada, também na semana passada, a ampliação do Centro de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

O prédio inaugurado possui três pavimentos com uma área total de 1.516,17m2, onde serão alocados a coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, laboratórios de pesquisa, central analítica, salas gabinetes para docentes e auditório. Parte dos recursos veio de um projeto inscrito pela Unioeste no Edital da Finep CT-INFRA-Pro-Infra/2019. Ao todo, foram R$ 2,8 para a consolidação da infraestrutura de pesquisa da Unioeste.

 

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ.

 

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.


Telefone (21) 2555-0330

 

Outros endereços e telefones da Finep.