Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Finep financia o primeiro veleiro de pesquisa oceânica do Brasil
fechar
Compartilhar

Eco Externa

O ECO é o primeiro veleiro de pesquisa oceânica desenvolvido no Brasil e projetado para ser um laboratório de pesquisa embarcado. Desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em parceria com profissionais da área de oceanografia e ecologia, a embarcação contou também com a contribuição de cientistas de outras universidades. A construção do veleiro foi finalizada recentemente e a cerimônia de batismo está marcada para a próxima terça-feira, 3/10. A Finep foi a principal incentivadora do projeto e o tornou possível por meio de um investimento de R$ 1,5 milhão.

Com capacidade para 12 pessoas a bordo, o Eco tem como objetivo principal abrigar iniciativas que estejam relacionadas à sustentabilidade dos oceanos. De acordo com o coordenador do projeto, o professor Orestes Alarcon, a inovação do projeto está no fato de um veleiro estar abrigando um laboratório de pesquisa e seus pesquisadores. “As expedições científicas oceanográficas geralmente são realizadas por meio de navios. A criação do ECO é um diferencial, já que facilita as expedições e envolve menos custo no desenvolvimento da pesquisa”, explica. Ele complementa: “o veleiro está pronto para navegar e cabe aos pesquisadores pleitear projetos e não o deixarem parado”.

Início

Mesmo antes de batizado, o ECO já tem um projeto de pesquisa à vista. A iniciativa PlancZeu (Plâncton da Zona Eufótica) se propõe a pesquisar e analisar a dinâmica das comunidades planctônicas das ilhas oceânicas brasileiras – Arquipélago de São Pedro e São Paulo, Martim Vaz e Trindade. Os pesquisadores entendem a importância dos plânctons para o equilíbrio do ecossistema marinho. “Esse será o primeiro projeto de muitos que o Eco servirá de suporte para o desenvolvimento de pesquisa. Outros já estão em processo de elaboração”, pontua Alarcon.

Construção

O veleiro foi construído em alumínio, com velas de 20 metros, comando hidráulico, motoração elétrica, além de grande autonomia. Sua concepção permite realizar expedições de grande porte como, por exemplo, pesquisa na Antártida. A construção do ECO também permite a navegação em águas rasas como rios, mangues e obras hidroviárias.

Cerimônia

A cerimônia de batismo contará com a participação de instituições e representantes do Ministério da Ciência Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC) e está marcada para 9h, na Marina de Itajaí – Santa Catariana

 

 

Rio de Janeiro

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000  - São Paulo - SP

Brasília

SHIS QI 1 - Conjunto B - Bloco D - 1º Subsolo.
Ed. Santos Dumont - Lago Sul
CEP: 71605-190 - Brasília - DF

Fortaleza 

Av. Dom Luis, 807-20º e 21º pavimento
Meireles, CEP 60160-230 - Fortaleza - CE