Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Startup que mudou o jeito de comer tapioca é uma das vencedoras do Prêmio Mulheres Inovadoras 2021
fechar
Compartilhar

konioca foto

Extraída da fécula da mandioca, a tapioca ou goma é um dos ingredientes mais tradicionais do Brasil e tem origem nas regiões norte e nordeste do país. Foi a partir desse ingrediente tão comum, que a empresária Marcela Martins, de Manaus (AM), criou a Konioca, a tapioca em formato de cone, com recheios regionais variados. A novidade contou com a criação de uma máquina, que molda a goma em forma de cone. Idealizada por Marcela, e realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Konioca rendeu à empreendedora o Prêmio Mulheres Inovadoras 2021.

A ideia surgiu em 2016, quando Marcela fazia intercâmbio em Vancouver. Chegando no Brasil, começou a desenvolver o protótipo da máquina em Manaus e finalizou na UFMG, em Belo Horizonte. Hoje, cinco anos depois, a primeira loja de Konioca está sendo inaugurada, com mais três sócios, em Manaus. “A conquista está sendo um misto de gratidão com realização. Esses cinco anos foram de muitas abdicações e decisões difíceis, então hoje fico feliz porque vejo que valeu a pena”, comemora Marcela.

A empresária planeja agora abrir uma fábrica de goma, que utilizará uma fórmula própria para produção. A matéria prima, que é a mandioca, viria de agricultores locais, incentivando a sustentabilidade regional. A inauguração ainda não tem data, mas deve acontecer no próximo ano, segundo Marcela.

As etapas de aceleração do programa da Finep/MCTI foram importantes para o crescimento e consolidação da startup. A empresária contou que a fase de mentoria aconteceu juntamente com o processo de negociação de sócios, tendo sido essencial para a tomada de decisões. Ela destacou também a importância de um prêmio voltado para mulheres. “Esse prêmio é um importante reconhecimento, que serve como espelho para outras mulheres. Faz com que elas se sintam mais empoderadas para tirar as ideias da gaveta e começarem a inovar e empreender sem medo”.

Mulheres inovadoras 2021

Na segunda edição do Programa Mulheres Inovadoras, a Finep/MCTI selecionou 30 startups lideradas por mulheres para aceleração, e outras 10 para receberem o Prêmio Mulheres Inovadoras, duas de cada região do Brasil, no valor de R$ 100 mil cada. As vencedoras foram anunciadas em setembro passado.

O Programa Mulheres Inovadoras é uma iniciativa da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), com apoio do Founder Institute, da Rede Mulher Empreendedora e da Oria Capital. Seu objetivo é estimular startups lideradas por mulheres, de forma a contribuir para o aumento da representatividade feminina no cenário empreendedor nacional, por meio da capacitação e do reconhecimento de empreendimentos que possam favorecer o incremento da competitividade brasileira.