Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Presidente da Finep visita Parque Tecnológico acompanhado pelo ministro Gilberto Kassab
fechar
Compartilhar

Kassab parque

O ministro da Ciência,Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, e o presidente da Finep, Marcos Cintra, visitaram nesta quarta-feira (8) as instalações do Parque Tecnológico Samambaia, espaço associado à Universidade Federal de Goiás (UFG) e outras instituições de ensino e pesquisa, distribuído em uma área de 14 hectares e que conta com apoio do MCTIC e da financiadora.

Cintra, ao longo da visita, apontou a evolução tecnológica do país nos últimos anos e a melhoria da imagem do Brasil por conta dos investimentos em ciência. “Um parque como este, tendo a participação da Finep, tem muito a contribuir”, disse Cintra, ressaltando que, em 2016, a Finep executou a totalidade de seu orçamento pela primeira vez na história, o que eleva a importância da ampliação dos recursos disponíveis para financiamentos.

Já Kassab voltou a defender a mobilização da sociedade na luta por recursos para a ciência. “Quando visitamos instituições como a UFG e este parque tecnológico, vemos qual é o caminho certo: priorizar o recurso público na ciência, tecnologia e inovação. Os recursos privados são fundamentais e serão crescentes, mas o recurso público tem de ter como o horizonte a sua ampliação”, afirmou.

O ministro também lamentou a “queda brutal” dos investimentos nos últimos anos e citou a mobilização de todos pela recomposição do orçamento do MCTIC. “Felizmente, estamos avançando rumo à ampliação de investimentos. Há quatro meses faltavam mais de R$ 2 bilhões em nosso orçamento, e agora são cerca de R$ 1 bilhão. Essa pequena evolução é mérito de todos nós, união da sociedade, da academia, do ministério”, disse Kassab.

O Parque Tecnológico concentra laboratórios científicos voltados para a produção industrial, estruturas de estímulo à pesquisa e um ecossistema de inovação composto por centros de pesquisa, como a Agência de Inovação da UFG e centros de pesquisa em biotecnologia e farmácia. Além disso, Centro Regional para o Desenvolvimento Tecnológico (CRTI) realiza pesquisas voltadas ao agronegócio, à construção civil e às indústrias farmacêutica, alimentícia, mineral, automobilística e metalmecânica.

Concebido inicialmente em 2003, o parque tecnológico é implementado progressivamente, mas já possui laboratórios em funcionamento. Recebeu investimento inicial de R$ 20 milhões sendo R$ 8 milhões da Finep para custear equipamentos e bolsas, além de recursos de emendas da bancada parlamentar de Goiás.

Participaram da visita ao Parque Tecnológico Samambaia os secretários de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento, Jailson de Andrade, e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Alvaro Prata; o reitor da UFG, Orlando Afonso do Amaral; o secretário estadual de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos, Vilmar Rocha; e a presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Maria Zaira Turchi.

O reitor da UFG destacou a importância de o país investir em ciência e tecnologia. “O país precisa de ciência para o seu futuro, e a falta de recursos pode comprometer até mesmo a superação da crise econômica”, afirmou Orlando Afonso do Amaral.

 

*Com informações do MCTIC

 

Rio de Janeiro

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.

São Paulo

Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 510 - 9º andar - Itaim Bibi
CEP: 04543-000  - São Paulo - SP

Brasília

SHIS QI 1 - Conjunto B - Bloco D - 1º Subsolo.
Ed. Santos Dumont - Lago Sul
CEP: 71605-190 - Brasília - DF

Fortaleza 

Av. Dom Luis, 807-20º e 21º pavimento
Meireles, CEP 60160-230 - Fortaleza - CE