Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. José Luís Cordeiro: "Não tenho medo da inteligência artificial, mas sim da estupidez humana”
fechar
Compartilhar

luiscordeiro2016Cordeiro na Conferência de Inovação Tecnológica da Anpei, em 2015 (Foto: Divulgação/Anpei)

 

2045 será um ano e tanto. Segundo estudos de ponta de cientistas ligados a entidades como NASA, MIT, Singularity University (iniciativa da Google, Cisco e outros gigantes) e Millenium Project (ONU), este será o ponto na História em que a humanidade atingirá o início da chamada singularidade tecnológica, quando os avanços de tecnologia – incluindo-se a inteligência artificial - começarão a se integrar aos humanos numa escala de evolução sem volta.

José Luís Cordeiro, cientista futurista, economista e escritor, diretor do núcleo sul-americano do Millenium Project, e colaborador da Singularity University, é atualmente uma das vozes mais conhecidas desse futuro que está mais próximo que se imaginava. "Não sou otimista, mas sim realista, vejo o que está acontecendo agora, o que me dá subsídios reais para enxergar o que está vindo. Nos próximos 20 anos, vamos presenciar mais mudanças e avanços do que nos últimos dois milênios", afirma Cordeiro. Leia a entrevista na íntegra, na 20ª edição da Revista Finep.

 

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ.

 

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.


Telefone (21) 2555-0330

 

Outros endereços e telefones da Finep.