Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Primeira empresa contratada do edital Tecnologias 4.0 desenvolve projeto de robótica inovador para indústria
fechar
Compartilhar

Instor



A Finep – Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), assinou o primeiro contrato do Edital Tecnologias 4.0. Após receber e avaliar 1.190 propostas divididas em 4 linhas temáticas (Agro 4.0, Cidades Inteligentes, Indústria 4.0 e Saúde 4.0), quem estreia o processo de contratação é a empresa Instor Projetos e Robótica, segunda colocada na linha Indústria 4.0.

A proposta da empresa é desenvolver uma Base Robótica Autônoma Multifucional – denominada THOR – para atendimento de logística interna de indústrias mediante o transporte autônomo de cargas de até 1 tonelada. Além de auxiliar na logística e otimizar o desempenho dos centros de distribuição, a base robótica utiliza Inteligência Artificial para mapeamento contínuo dos ambientes industriais. Desta forma, é possível identificar a ausência no uso de EPIs e de distanciamento social de colaboradores, tornando o desenvolvimento em linha com as melhores práticas para redução do contágio da Covid-19.

O projeto conta com a parceria do Instituto de Informática da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), do Instituto Latino-Americano de Tecnologia, Infraestrutura e Território da UNILA (Universidade Federal da Integração Latino-Americana), da Saur Equipamentos S/A e da Biogeoenergy Fabricação e Locação de Equipamentos.

O diretor de Inovação da financiadora, Alberto Dantas, destaca a importância da iniciativa Finep/MCTI e do projeto proposto pela Instor: "Este edital foi muito relevante para o ecossistema de tecnologias 4.0 no Brasil. Trata-se da maior chamada de subvenção nos últimos 10 anos, e que apesar das 1.190 propostas recebidas, foi executada de maneira muito célere. Do prazo limite para a submissão das propostas até a data de assinatura do contrato, passaram-se pouco mais de 4 meses. Esta chamada conseguiu premiar alguns dos melhores projetos de inovação do Brasil, como esta iniciativa da Instor, que em parceria com importantes institutos de pesquisa e empresas, articula tecnologias habilitadoras como Inteligência Artificial e Robótica Avançada, que são chave no contexto da Indústria 4.0".

Para Miguel Ignacio Serrano, sócio-diretor da Instor, o apoio da Finep será importante para o desenvolvimento de plataforma autônoma com tecnologia nacional para o mercado latino-americano. "A América Latina vem sofrendo dificuldades na implementação de tecnologias importadas devido ao custo elevado e barreiras culturais. A proposta da empresa é oferecer soluções de alta tecnologia com o DNA latino para poder impulsionar nossa indústria. Tamanho desafio só é possível com o apoio de pessoas e instituições que acreditam em nossa capacidade. A equipe da Instor fica honrada em ter sido aprovada no Edital Tecnologias 4.0, da Finep, que possibilitará o desenvolvimento das primeiras plataformas multifuncionais autônomas latino-americanas", disse Miguel.

A base robótica trata-se do segundo projeto submetido pela empresa e apoiado pela Finep neste ano. O primeiro foi o desenvolvimento de um robô autônomo para desinfecção de ambientes por meio da utilização de UV-C e Ozônio, através do Edital Soluções Inovadoras para o combate ao COVID-19.

Edital Tecnologias 4.0
A seleção pública foi lançada no dia 18 de junho deste ano, com demanda total de investimentos de R$ 2,5 bilhões. Com orçamento de R$ 50 milhões, teve o resultado final das linhas Cidades Inteligentes, Indústria 4.0 e Saúde 4.0 publicado no dia 18 de novembro. Foram aprovadas e classificadas 21 propostas, dentro do limite de recursos alocados por linha temática. O resultado final da Agro 4.0 está previsto para o dia 16 de janeiro de 2021.