Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Empresa brasileira vence Copa das startups com solução inovadora para o tratamento de deficiências cognitivas
fechar
Compartilhar

 

 

janeautism

 

“Inovação, por meio da tecnologia, pode mudar a vida das pessoas, especialmente aquelas que mais precisam”. Esse é o lema da Jade Autism, que desenvolve soluções terapêuticas em formato de games para crianças e adolescentes com deficiências cognitivas. A startup conta com o apoio da Finep/MCTI e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), por meio do Programa Centelha ES. Este ano, a empresa venceu o Supernova Challenge, a Copa do Mundo das startups.

O projeto desenvolvido é disponibilizado por meio de um aplicativo para celular. Enquanto o jogador interage com o game, o sistema coleta dados do seu comportamento e estimula a realização de associações com figuras do dia a dia, como animais, números, letras, objetos e cores. As informações coletadas viram relatórios em formato de dashboard e são disponibilizadas para os terapeutas dessas crianças e adolescentes com deficiências cognitivas, possibilitando um tratamento mais eficaz.

Ronaldo Cohin, bacharel em Ciência da Computação e desenvolvedor de Software, é o CEO e fundador da Jade Autism. A startup surgiu a partir da necessidade encontrada por ele de auxiliar seu filho, diagnosticado com autismo de alta funcionalidade aos dois anos de idade. O projeto foi desenvolvido com o auxílio de terapeutas e profissionais especialistas no tratamento do Transtorno do Espectro Autista (TEA) da APAE-ES.

Em 2020, a empresa brasileira participou da Gitex Future Stars, em Dubai, uma das maiores feiras de negócios e inovação do mundo. Além de um estande expositivo, a Jade Autism ainda foi contemplada com o primeiro lugar no prêmio Supernova Challange, considerado a Copa do Mundo das startups.

 

janeautismdubai

 

Centelha

Por meio da atuação conjunta da Finep e do MCTI com parceiros estaduais, o Programa pretende incentivar o empreendedorismo inovador em todo o território nacional. A ideia é ampliar a quantidade e melhorar a qualidade das propostas de empreendimentos de base tecnológica submetidas aos ambientes promotores de inovação no país – como incubadoras e aceleradoras de empresas, entre outros. Além disso, o Centelha também visa incentivar a criação de empresas inovadoras em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Brasil.