Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Biblioteca online: startup inova ao criar plataforma capaz de integrar dados petrofísicos e geológicos de rochas
fechar
Compartilhar

rockcare

Os processos de análise de rochas e seus resultados na indústria ainda são muito arcaicos e pouco digitais. Foi essa constatação que motivou a RockCare Digital Geophysics, uma spin-off do Laboratório de Modelagem Disciplinar da Coppe/UFRJ, a desenvolver uma plataforma online capaz de integrar e caracterizar dados petrofísicos e geológicos da rocha, a partir de uma tecnologia 2D/3D, sem destruir as amostras. A empresa é uma das 21 instituições selecionadas no programa Mulheres Inovadoras, da Finep/MCTI.

Com apenas alguns cliques, o usuário tem diversas informações sobre bacias, poços e testemunhos das principais áreas exploratórias de óleo e gás do Brasil, sem precisar sair de casa. A solução, que foi batizada com o nome de Rocklab Digital, possibilita um acesso mais rápido, fácil e preciso das análises das rochas, agregando mais conhecimento estratégico na hora da tomada de decisão. “Através da digitalização de dados, é possível fazer diversas simulações de cenários, condições de pressão e temperatura, o que facilita a vida dos pesquisadores”, frisou uma das co-fundadoras da startup, a engenheira Lizianne Carvalho.

O projeto foi uma iniciativa de Lizianne com a também engenheira Alyne Duarte. Ao perceberem a escassez de tecnologia e inovação no setor de óleo e gás, se juntaram para transformar a área. Além de ser uma interação entre a indústria e o meio acadêmico, a plataforma conta com uma biblioteca online de rochas do pré-sal brasileiro, com mais de 60 metros de testemunhos, lâminas, plugues e amostras laterais da Bacia de Santos.

A empresa também destaca a importância de editais que valorizem o empreendedorismo feminino e como a participação no programa da Finep foi essencial para o planejamento de futuros projetos. “O Mulheres Inovadoras nos ajudou a desenvolver de uma melhor forma o modelo do nosso negócio, produtos e serviços, além de nos auxiliar na construção da nossa proposta de valor para o mercado”, ressaltou Lizianne Carvalho.

Mulheres Inovadoras

O programa é uma atividade decorrente do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a Finep e a prefeitura do município de São Paulo, que tem como finalidade apoiar o empreendedorismo feminino, procurando utilizar a experiência das instituições na formulação de políticas, coordenação de programas e aporte de recursos para o apoio a empresas nascentes inovadoras e de base tecnológica.

A iniciativa conta, ainda, com o apoio de parcerias engajadas em alavancar a participação feminina no empreendedorismo, como a RME - Rede Mulher Empreendedora, Adesampa e Founder Institute.