Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Empresa de P&D voltada ao mercado agro inova com tecnologias exclusivas que reduzem os efeitos de mudanças climáticas nas plantações
fechar
Compartilhar

dana

 

Aliar ciência e tecnologia é uma das fortes características das empresas de sucesso. É o caso da Dana Agro Science, que desenvolve soluções inovadoras e exclusivas para a agricultura, garantindo a melhoria da rentabilidade de quem vive da terra. Liderada pela experiente agrônoma Dana Meschede, com mais de 15 anos de atuação na área, a empresa de Tarumã, São Paulo, foi umas das 21 selecionadas para a fase de mentoria do edital Mulheres Inovadoras, uma iniciativa da Finep, empresa pública do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

O empreendimento surgiu em 2013, com foco em pesquisa e desenvolvimento para o mercado Agro. “Um dos maiores problemas atualmente para o agricultor brasileiro é a mudança climática. Só no ano passado, foram R$ 7,4 bilhões de prejuízo para agricultura”, explica Meschede, enfatizando a importância do agronegócio para o PIB do País (cerca de 22%). Para minimizar as perdas, a empresa trabalha na fisiologia da planta para adaptá-la às condições do meio ambiente. “Usamoscompostos organominerais e ingredientes ativos diferenciados, de formulação exclusiva, que fortalecem a planta e atenuam o ambiente estressante para que ela possa se reproduzir”, complementa a CEO.

A Dana Agro oferece ainda serviços de consultoria, palestra e treinamento para o setor agrícola, com foco, principalmente, nas culturas de soja, milho, feijão, algodão e cana de açúcar. Além da tecnologia “anti-estresse”, a empresa está desenvolvendo uma nova para a quebra de resistência de plantas daninhas, que deve ser lançada em um futuro próximo. Essas soluções têm o compromisso de contribuir para o crescimento do agronegócio de forma sustentável, por isso os produtos possuem um apelo verde, ou seja, a própria planta é bio-estimulada a produzir seus compostos.

 

soja recuperada solucao agro dana agro

 

Em sua trajetória, a Dana Agro e sua fundadora receberam diversas premiações na área agrícola e patentes de produtos. Sobre ser mulher à frente de uma empresa de sucesso, Meschede afirma: “Ainda hoje, o mundo agro é muito masculino, mas este cenário está para mudar. É um processo lento, porém, cada vez mais as mulheres entram nesse universo. O nosso diferencial está em mostrar resultados, conhecimento e tecnologia que fazem diferença. Por isso, a mentoria do programa Mulheres Inovadoras foi essencial para que hoje eu possa apresentar o meu projeto, o meu trabalho e o meu produto com uma outra visão, mostrar que nós fazemos a diferença. Queremos que nos vejam como profissional, independente do gênero”.

 

Sobre o Mulheres Inovadoras

O programa é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), da Finep e da prefeitura do município de São Paulo, cuja finalidade é apoiar o empreendedorismo feminino, procurando utilizar a experiência das instituições na formulação de políticas, coordenação de programas e aporte de recursos para o apoio a empresas nascentes inovadoras e de base tecnológica. Conta, ainda, com o apoio de parcerias engajadas em alavancar a participação feminina no mercado, como a Rede Mulher Empreendedora (RME), Adesampa e Founder Institute.