Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Empresa desenvolve solução tecnológica para preservação ambiental e inclusão financeira no agronegócio
fechar
Compartilhar

 

agyro

 

“O crédito rural pode mudar a vida de um produtor”. A premissa é de uma das 21 empresas selecionadas no Programa Mulheres Inovadoras da Finep, a Agryo. A partir de um modelo de tecnologia próprio, a startup tem o objetivo de oferecer inteligência de risco e sustentabilidade para o setor do agronegócio, permitindo inclusão financeira do produtor rural e preservação do meio ambiente.

Os serviços financeiros muitas vezes permanecem fora do alcance de produtores rurais, principalmente dos pequenos e médios. Para suprir essa necessidade, Agryo desenvolveu um sistema simplificado e sem burocracia que reúne monitoramento de contratos, detecção de fraudes e inteligência de risco para possíveis investidores, como bancos e seguradoras agrícolas. As atividades servem como garantia de negócio, facilitando o oferecimento de produtos de qualidade e permitindo a criação de um perfil de crédito para os produtores. Desta forma, eles conseguem ter acesso ao capital tão necessário para suas operações.

A startup também idealizou uma infraestrutura para avaliação e gestão de ativos florestais, reconhecendo que não existe agricultura a longo prazo sem preservação. Ao ser sustentável, o produtor agrícola pode melhorar sua renda a partir do aumento da produtividade e da negociação de títulos verdes da sua reserva legal. O serviço foi pensado como incentivo de conservação ambiental ao evitar o desmatamento e as queimadas em áreas de floresta das propriedades. Além de produtores rurais e investidores, o mundo inteiro ainda sai ganhando.

Formada por profissionais com experiência de mais de 10 anos na área, a Agryo utiliza uma tecnologia inovadora própria, que permite economizar até 80% dos custos de operação. São combinadas tecnologias como o modelo matemático preditivo, blockchain, machine learning, bem como a utilização de 520 fontes de dados e variáveis, como imagens de satélite profissionais.

O apoio da Finep foi um reconhecimento importante para a empresa, que destaca a equidade de gênero como questão essencial. “Durante o projeto, pude melhorar minhas habilidades de comunicação e explorar novas possibilidades de negócio”, relatou a Co-fundadora e Chefe de Operações da Agryo, Leisy Teixeira.

 

Mulheres Inovadoras 

O programa busca estimular startups lideradas por mulheres através da capacitação e do reconhecimento de empreendimentos inovadores e de base tecnológica. O objetivo do Mulheres Inovadoras é contribuir para alavancar a participação feminina no empreendedorismo e aumentar sua representatividade no cenário nacional, favorecendo o crescimento da competitividade brasileira.

A iniciativa nasceu a partir do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a Finep e a Prefeitura de São Paulo e contou com apoio da ADESAMPA, da RME e do Founder Institute.