Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Espaço Cultural Finep tem duas atrações na primeira semana de novembro
fechar
Compartilhar

Na primeira semana de novembro, o Espaço Cultural Finep tem duas atrações: terça-feira, 3/11, é dia do Trio Aquarius, nos Concertos Finep, com obras de Mendelssohn. Já na quinta-feira, 5/11, no Instrumental Finep, o Quinteto Cordas e Ventos lança o CD "Catullo da Paixão", com clássicos do chorinho e novas composições. Os dois eventos são às 18h30 e têm entrada franca.
 
O Trio Aquarius, formado pelo pianista Flávio Augusto, o violinista Ricardo Amado e o violoncelista Ricardo Santoro, foi vencedor do II Concurso Nacional de Música de Câmara Henrique Nirenberg. Com carreira internacional, o Trio se apresentou em várias cidades dos Estados Unidos e Europa, com destaque para o concerto na Haus der Kulturen der Welt, em Berlim, na Alemanha, onde lançaram um CD com obras de Nestor de Holanda Cavalcanti.

Um dos mais premiados pianistas brasileiros, Flávio Augusto é detentor de 28 primeiros prêmios em Concursos Nacionais e Internacionais de Piano e, em 1988, tornou-se o primeiro brasileiro a conquistar o 1º lugar do Concurso Internacional de Piano Villa-Lobos, no Rio de Janeiro.

Foi aluno de Homero de Magalhães, Gilberto Tinetti e Myrian Dauelsberg. Desde os treze anos tem sido solista das principais orquestras do país, sob a regência dos maestros Isaac Karabitchevsky, Eleazar de Carvalho, David Machado, Nelson Nilo Hack, Sérgio Magnani, Júlio Medaglia e Roberto Tibiriçá.

Como solista, já se apresentou nas principais salas de concerto do país e também na Venezuela, Portugal, Suíça, Espanha, Itália, Alemanha, Áustria e Estados Unidos. No exterior, participou de diversos cursos de interpretação com os pianistas Alfred Brendel, Charles Reiner, Vitalij Margulis, Tatiana Nikolaeva, Sergei Dorensky e Boris Berman.

Em 1990, gravou seu primeiro disco com os Prelúdios para Piano de Claude Debussy. Acaba de fazer a primeira gravação mundial da integral dos Estudos para Piano de Johann Baptiste Cramer. 
 
Nascido em Uberlândia, Minas Gerais, o violinista Ricardo Amado começou seus estudos musicais com Michelle Virno aos 7 anos de idade, prosseguindo mais tarde com Jurandyr Poty Maurício. Aperfeiçoou-se ainda com Nicolas Merat e obteve sua licenciatura em música pela Universidade Nacional de Brasília. Transferiu-se depois para o Rio de Janeiro, onde graduou-se pela UNI-Rio com Paulo Bosísio.

Venceu diversos concursos, entre eles o Concurso Nacional Wolfgang A. Mozart promovido pela USP em 1991. O artista é hoje requisitado tanto por orquestras quanto por conjuntos de câmara, além de artistas de música popular. Spalla da Orquestra Sinfônica Nacional e da Camerata Solos, tem intensa atividade com estes conjuntos, com os quais já tocou como solista, nas grandes obras para violino e orquestra.
Apresentou-se também como solista da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Sinfônica Petrobras Pró-Música. 

Ricardo Santoro, violoncelista, iniciou seus estudos com seu pai, o contrabaixista Sandrino Santoro, graduando-se pela Escola de Música da UFRJ. Atualmente, é músico da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Sinfônica da UFRJ. Vencedor de vários concursos nacionais, já tocou como solista à frente das principais orquestras brasileiras e, como camerista, integra vários conjuntos: além do Trio Aquarius, participa do Duo Santoro, Duo Milênio, Trio Mignone, Quarteto Santoro, Quarteto Guerra-Peixe e Tocata Brasil.
 
Santoro é responsável pela primeira audição mundial de obras de alguns dos maiores compositores brasileiros. Desde 2004, é o professor de violoncelo do Festival do Vale do Café, na cidade de Vassouras (RJ), e, desde 2008, do Curso Internacional de Verão de Brasília.
 
Programa Concertos Finep - 3/11:
 
Mendelssohn  Trio nº 2 em dó menor op. 66
                     Trio nº 1 em ré menor op. 49

 
Quinteto Cordas e Ventos

O Quinteto Cordas e Ventos lança o CD Catullo da Paixão, com obras do poeta em parceria com alguns dos mais destacados compositores do início do choro: Anacleto de Medeiros, João Pernambuco, Mário Alvares, entre outros. O repertório conta com arranjos especialmente escritos para esta formação, além de composições de Maurício Carrilho.

Marcelo Bernardes - flauta
Rui Alvim - clarinete
Domingos Teixeira - violão
Pedro Mibielli - violino
Hugo Pilger - violoncello

Programa Instrumental Finep - 5/11:

Luar do Sertão - João Pernambuco (Arr. - Paulo Aragão)
Ontem ao Luar - Pedro de Alcântara (Arr. - Marcelo Bernardes)
Fechei o meu jardim - Catullo da Paixão Cearense (Arr. - Domingos Teixeira)
Nasci para te amar (Medrosa) - Anacleto de Medeiros (Arr. - Ignez Perdigão)
A choça do monte - Catullo da Paixão Cearense (Arr. - Ignez Perdigão)
Serenata pro Pilger - Maurício Carrilho (Arr. - Maurício Carrilho)
Choro Cubano - Maurício Carrilho (Arr. - Maurício Carrilho)
Ao Luar - Catullo da Paixão Cearense (Arr. - Pedro Paes)
Caboca bunita - Catullo da Paixão Cearense (Arr. - Marcelo Bernardes)
Perdoa - Anacleto de Medeiros (Arr. - Marcelo Bernardes)
Não vê-la mais (Só para moer) - Viriato Figueira da Silva (Arr. - Pedro Paes)
Por um beijo (Terna Saudade) - Anacleto de Medeiros (Arr. - Domingos Teixeira)
Quando ela passa (Sertanejo) - Mário Alvares (Arr. - Domingos Teixeira)
Cabocla de Caxangá - Catullo da Paixão Cearense (Arr. - Pedro Paes)
 
 
 
Espaço Cultural Finep (180 lugares)
Praia do flamengo, 200 – Pilotis
Flamengo - Rio de Janeiro - RJ
(21) 2555-0717
espacocultural@finep.gov.br
 
 

 

Sede:
Av. República do Chile, 330, Torre Oeste - Centro
10º, 11º, 12º, 15º, 16º e 17º andares
CEP: 20031-170 - Rio de Janeiro - RJ.

 

Unidade Flamengo:
Praia do Flamengo 200, 3º andar
CEP: 22210-065  - Rio de Janeiro - RJ.


Telefone (21) 2555-0330

 

Outros endereços e telefones da Finep.